Assinatura do autor
Espólios
CUNHA, Maria da Graça Amado da, 1919-2001
BNP Esp. E72
Recital de piano de Maria da Graça Amado da Cunha.
Integra um álbum com recortes de imprensa, convites para recitais e algumas fotografias.
BNP Esp. E72

Pianista, crítica musical e divulgadora da música portuguesa, Maria da Graça Faro Amado da Cunha nasceu no Lubango, Angola, vindo a fixar residência em Lisboa onde frequentou o Conservatório Nacional. Foi aluna de José Viana da Mota, até 1948, de Luís de Freitas Branco e de Francine Benoît e uma das intérpretes da obra de Fernando Lopes-Graça. A sua colaboração com este compositor teve como um dos mais relevantes resultados a apresentação em Portugal de obras de compositores contemporâneos nos recitais da Sociedade de Concertos Sonata, de que foi uma das fundadoras. Deu contribuição de relevo ao funcionamento da revista «Gazeta Musical», depois «Gazeta Musical e de Todas as Artes», desde 1950 e fez crítica e comentário noutras publicações com destaque para a «Seara Nova».

O espólio (15 cx.) é constituído por correspondência recebida, com destaque para José e Camila Rodrigues Miguéis e Palmira Tito de Morais, documentos biográficos, recortes de imprensa e alguns impressos, entre os quais constam artigos de/sobre Viana da Mota, comunicados políticos da oposição ao Estado Novo e programas de espetáculos de, por exemplo, Viana da Mota e Emanuel Nunes.

Doação do filho da pianista, Dr. Pedro Avelar, em 2015.

Instrumento(s) de Pesquisa:
Guia preliminar
© 2004 Biblioteca Nacional de Portugal. Actualizado a 2020/07/08